Se hás-de gostar de mim


Se hás-de gostar de mim, seja, sómente,

por amor. Nunca penses : “Ela agrada

pelo sorriso, – o olhar, – a delicada

maneira por que sempre fala e sente, –

 

a forma de pensar, íntimamente,

à minha, por meu bem, acomodada” –

pois, que não mude, nisso, não há nada,

e mudar pode o amor só nisso assente.

 

Nem deves, meu Amor, gostar de mim

por teu carinho os olhos me enxugar;

teu amor perderei, a ser assim,

 

se, por te ter, já não souber chorar.

Ama só por amor, que não tem fim,

para, também sem fim, poder’s amar.

 

Elizabeth  Browning

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: