Bilhetinho
Abril 28, 2008

Aconchega-te, Amor, em minha vida.

Entra na minha vida e fica lá,

sem ocupar lugar.

Que eu não te veja com os olhos, querida,

que não sinta sequer que tu ficaste,

mas adivinhe que sem ti ali

à minha vida, quarto onde entraste,

nem ao menos podia chamar vida.

amor 2

 Sebastião da Gama